Minha experiência - Gravidez. (Relato pessoal)

Oi gente, bom primeiro quero deixar registrado que tudo que está escrito aqui foi uma experiência própria e que o texto provavelmente será imenso, então se você não gosta de ler, sinta-se a vontade para fechar a página ou procurar outro assunto aqui no blog e/ou internet que lhe agrade. 

 De início eu recebi bastante perguntas no bate-papo de algumas amigas grávidas e até mesmo as tentantes e outras tantas outras foram pedidos pra ir contando no blog como estava sendo minha gravidez, mostrar cada detalhe, quarto do bebê, mala da maternidade, meus sintomas e entre outras coisas.. Como se fosse um diário da gravidez, logo eu me animei cheguei até a postar algumas coisas relacionadas, mas nada com muita frequência pra não ficar repetitivo somente assunto de gravidez então logo de início minha intenção era intercalar meu trabalho e assuntos do blog com assuntos relacionados a gravidez. SÓ QUE, às vezes nada sai como planejamos por mais que nos organizamos para que saia do jeito que queremos. Então vamos lá:

Jessica, como foi descobrir que estava grávida?!
- Eu amei estar grávida, sempre quis ser mãe (...) só queria que minha gravidez tivesse sido um pouco mais tarde. Mais fiquei muito feliz quando descobri que estava grávida. Descobri em exames rotineiros, fiquei assustada "reação normal".

Jessica, como contou para seus pais? 
- Então, essa foi a parte mais complicada. Como não era casada e continuo não sendo, houve aquele momento "Porque você?" Mais passou, com muito mais medo de contar pro meu pai, enfim ele aceitou naturalmente.

Como foi contar pro pai do bebê?
- Aaaaaaaaaaaah, o mais normal possível. Liguei pra ele e contei, ele estava no trabalho e tals, mas foi super de boa.

O que mudou na sua vida?
- Tudo mudou, tive uma gravidez de risco "o que me deixou um pouco traumatizada", me deparei diversas vezes no hospital com algum sangramento, com risco de perder meu filho e tudo mais. Depois disso passei a olhar a vida de outro jeito.

Quando descobriu o sexo?
- Descobri com 3 meses, sério mesmo!! O médico não queria por nada colocar o sexo expresso na ultra porque ele dizia que poderia ser o cordão umbilical só que eu tinha plena certeza de que era um menino. E pronto (...) quando fiz 4 meses em outra ultra o médico veio todo animado querendo fazer suspense pra dizer que era menino e quando ele disse eu respondi: Já sei. Ficamos rindo algum tempo, enfim foi ótimo.

Tinha preferência por sexo?
- Se eu disser que não, estarei mentindo. Sempre quis ter um filho homem, mais pelo meu jeito meio doido, ficava imaginando eu com uma filha e não me via de jeito nenhum... eu sempre quis um filho homem. E Deus me deu essa bênção.

Quais foram os sintomas na gravidez?
- TODOS, azia, enjoos, sonolência, carência em dobro, vontade de chorar por tudo, desejos de comer coisas que não gosto, vontade de fazer xixi toda hora, vômitos "o pior de todos". E detalhe, meu enjoo não parou com 3 meses como a maioria, fiquei enjoada a gravidez TODA.

Como seu corpo reagiu a gravidez? Quantos quilos você engordou?
- Então, acho que reagiu bem, não tive estrias, não engordei muito ou melhor não engordei nada além da barriga, ao total engordei 9quilos.

  A escolha do nome, como foi?
- Uma comédia. Vários nomes.. Queria Arthur, Nathan, Bryan, Nycollas  e por aí vai (...) pesquisamos os significados e enfim decidimos Nycollas, até porque também combina com o nome da filha do Jonatan que é Nycolle ;) ou seja, ele tem seu casalzinho Nycollas e Nycolle.

Como é seu relacionamento com o pai da criança?
- Normal. Nycollas é a nossa prioridade e é isso que importa.

Seu parto foi normal ou cesariana? 
- Cesariana. 

Por qual motivo escolheu cesariana?
 - Como eu disse no início, minha gravidez foi de risco, então, não tive escolha.

Pretende ter mais filhos?
- NÃO! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Fiquei com trauma mesmo.

 Se arrepende?
- Não me arrependo de nada. Sou louca pelo meu filho. Existem coisas que dinheiro nenhum no mundo compra, é amor demaaaaaaaaaaaaaaaais....